Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo
Domingo, 2 de Março de 2008
Pinhas bébés
Na "floresta" onde os passarinhos ficaram, os Pequenos Jornalistas descobriram no chão algumas pontas de ramos dos pinheiros.
Há dias tinha feito muito vento e as pontinhas mais finas dos ramos não resistiram, contrariamente aos pinheiros de troncos grossos que lá estão, fortemente seguros com as suas  raízes escondidas...



Mas que coisa era aquela que estava na ponta dos ramos, protegida pelas folhas que parecem agulhas?



Observámos e reparámos que parecia o milho arrumadinho nas espigas; mas não era milho! Então o que seria?
Só se fossem pinhas bébés!
Era isso! Eram pinhas bébés que já tinham nascido e que iriam crescer e transformar-se em pinhas grandes, não fosse o vento ter deitado abaixo aqueles raminhos...



Felizmente, muitas mais estão a crescer agarradinhas aos ramos dos pinheiros, por isso nós poderemos continuar a observar as suas características e transformações.
É bom vivermos perto da Natureza!

Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:37
Ligação do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

11 comentários:
De Anónimo a 3 de Março de 2008 às 10:21
É bom chegar aqui e sentir o cheiro dos pinheiros...
As pinhas bebés serão pinhas adultas com uns frutos pequeninos e saborosos.
Cheira bem o vosso blog, cheira a alegria, esperança, paz e amizade.
Nunca deixem de sonhar!
Beijinhos para todos os meninos e meninas e para a Graça que escreve tão depressa!
Sorriam sempre e sejam amigos uns dos outros.

Um beijo muito grande da vossa amiga
Mónica


De pequenos-jornalistas a 6 de Março de 2008 às 10:47
Olá Mónica!
Eu já comi na "Festa dos Pinhões" um colar grande e um colar pequeno. É nas Pedreiras onde há uma igreja grande e onde a Rita e o Ricardo vão à catequese.
Às vezes eu vou com a Graça à floresta dos pinheiros e cheira lá bem. Na minha casa tenho um pinheiro pequenino que está a crescer perto de um muro onde brinco a fazer comidinhas e faço uma loja. Os picos do pinheiro são salsichas e as pedrinhas são milho. Depois digo assim: quanto é estas salsichas? 5 euros; depois levo para a minha casinha e digo tchau à senhora da loja. Eu brinco sozinha assim, enquanto a minha mãe está a cortar erva no jardim.
Beijinhos da SOFIA ( 5 anos) e da GRAÇA (47 anos)


De mnike30 a 7 de Março de 2008 às 08:16
Olá Sofia,

Um colar de pinhões deve ser muito bom, porque são muitos pinhões!
Também gosto muito do cheiro dos Pinheiros, cheira a fresquinho.
Lá perto do meu trabalho há uma pequena mata com pinheiros e às vezes encontro umas pinhas muito bonitas. Eu guardo-as e depois pinto-as com cores e brilhantes. Ficam mesmo muito bonitas!
Agora, quando eu olhar para os pinheiros vou-me lembrar numa árvore cheia de "salsichas" , porque me vou lembrara de ti!
Eu também gosto de brincar. Já sou muito crescida, mas sempre que posso também brinco um bocadinho.

Muitos beijinhos para ti e para a Graça e dá também à Rosa e ao Afonsinho que estão aí em baixo.
Beijinhos para os meninos todos!


De pequenos-jornalistas a 12 de Março de 2008 às 16:29
Olá Mónica!
O trabalho da minha mãe não tem pinheiros; só tem barro. Ela pinta barro. A minha mãe não tem tempo para brincar comigo porque está sempre a trabalhar em casa; às vezes está a fazer a comida e não pode; a minha mana está a fazer os trabalhos de casa, tem 9 anos e eu brinco sózinha. Às vezes eu brinco com um cão. Chama-se Joli; às vezes é com a minha gata chama-se Tita; Tita, Rita! Rima!
Beijinhos da SOFIA (5 anos)


De mnike30 a 13 de Março de 2008 às 08:56
Olá Sofia,

A tua mãe deve fazer coisa lindas! Também gosto muito de pintar.
E também gosto muito de animais.
Quando era como tu tinha uma cadelinha muito minha amiga que ía sempre atràs de mim para todo o lado. Parecia até que estava a tomar conta de mim e eu brincava muito com ela.

Às vezes as mães não têm muito tempo. Trabalham muito e depois ficam bastante cansadas. Elas também gostavam de ter mais tempo para brincar com os filhos, sabias?
Muitos Beijinhos

Mónica


De Rosa a 6 de Março de 2008 às 11:58
Olá Sofia
Também tenho um pinheiro ao pé da minha casa mas é um pinheiro manso, o que quer dizer que tem pinhocas com pinhões desses que tu gostas de comer. Quando estiverem abertas eu levo para vocês comerem.
Um dia destes voua à tua loja comprar salsichas para o Afonsito.
Beijinhos para todos
Rosa Manhosa


De pequenos-jornalistas a 12 de Março de 2008 às 16:36
Olá Rosa Manhosa!
Hoje o Afonso descobriu um caracol gigante e tinham medo do caracol! Eu disse assim: vai à Lara! E a a Lara tinha medo e estava sempre a fugir...
As salsichas minhas é brincadeira; é aqueles bicos do pinheiro e não é a sério...é só faz de conta...!
É bom as pinhas com pinhões porque têm um sabor bom.
Tchau Rosa Manhosa
Beijinhos da SOFIA (5 anos)


De Afonso a 6 de Março de 2008 às 22:16
Olá amigos
Já devem de estar todos a dormir. Quando vim da escola fui dormir em casa da minha avó por isso sóagora vou para a cama. Bons sonhos para todos
e também para a nossa amiga Monica

AFONSO


De mnike30 a 7 de Março de 2008 às 08:20
Olá Afonsinho!
Quando era pequenina também gostava muito de ir dormir a casa da minha avó. Ela gostava assim muuuuuiiiiiito de mim!
As avós dão muitos miminhos e os miminhos sabem muito bem!

Beijinhos grandes para ti!

Mónica


De rock a 11 de Julho de 2008 às 23:32
lindas imagenes


De pequenos-jornalistas a 13 de Julho de 2008 às 17:18
Olá Rock!
Gracias por comentares


Comentar artigo

Mais sobre nós
Ler o blog noutras línguas...
Notícias recentes

Amigos não dizem adeus......

Voa pássaro, voa!

Cozinheira misteriosa...

Melancia e melão, frutas ...

Tampinhas solidárias

Selos e prendinhas da Pol...

Um prémio internacional

Outros trabalhos feitos n...

Cócegas especiais...

Café com Arte!...

Uma foto, um trabalho art...

Descoberto no JIT...

O bolo dos Pequenos Jorna...

Visita registada e avalia...

Um castelo encantado..

O nosso D. Fuas Roupinho

Desenhar no barro

Visita ao J.I. e ao rio d...

Pedras decoradas...

Os Santos Populares

"Um moinho para sempre"

Reportagem da ida ao moin...

MÃE e PAI, adoro-vos!

Brincar à matemática

Flores na Serra da Pevide

Que horas são? Que dia é hoje?


Já nos visitaram...

Contador Grátis
Notícias guardadas

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

pesquisar
 
Sítios
mais comentados
61 comentários
54 comentários
31 comentários
31 comentários
30 comentários
29 comentários
23 comentários
22 comentários
Palavras chave

actividades

ajudar

alimentação

ambiente

amizade

animação

animais

aniversário

articulação com 1º ciclo

avaliação

biblioteca

bicharocos

blogactionday

brinquedos

canção

casa escola

castanhas

chuva

ciência

colheita

comentar

comunidade

conhecimento do mundo

construir

corpo

correio

culinária

descobertas

desenhos

destaque

dias especiais

dicionário

estufa

etwinning

europa

experiência

expressão dramática

expressão motora

expressão plástica

flores

formação pessoal e social

friends together

girassol

greetings card

histórias

horta

imaginação

insectos

inverno

jardim de infância

jogo

jogo tradicional

jornadas culturais

leitura e escrita

lengalenga

livros

mãe

mar

matemática

melhoras

milho

milho verde

modelagem

moinho

música

natação

natal

natureza

obrigado

observação

olarias

outono

pai

partilhar

páscoa

pássaros

paz

pictogame

plástica

pnleitura

podcast na educação

poesia

polónia

portugal

primavera

reciclar

recreio

saídas

saúde

sementes

slide show

sombras

surpresas

tic

tradição

vento

verão

vida e morte

vídeo

visitas de estudo

todas as tags

obrigada