Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Quinta-feira, 26 de Maio de 2011
Matemática escondida...

A Imaginação deixa-nos VOAR alto!

A curiosidade e a atenção, fazem-nos descobrir e valorizar pequenas coisas, que logo se transformam em coisas maiores e tão belas!

As formas, as simetrias, os tamanhos, as quantidades, os sentidos dos traços...assim acontece a matemática em beleza, tantas vezes escondida!

Naquele dia, tudo começou quando, juntinho à roda do Oleiro, a Inês Lavrador descobriu um pedacinho de barro com uns ziguezagues marcados em baixo relevo... depois foi um sem número de experimentações, com a matemática mesmo ali, escondida  por baixo dos sapatos!...

 


publicado por pequenos-jornalistas às 16:32
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 12 de Maio de 2011
A roda do Oleiro

Foi tão surpreendente ver como o avô da Juliana, o Senhor Joaquim, conseguiu num instante, transformar pedaços de barro em peças utilitárias tão bonitas! A olaria está muito enraizada nesta zona, onde ainda vão existindo alguns (poucos) oleiros com métodos tão tradicionais quanto este.

Ao som dos pássaros e das canções que os Pequenos Jornalistas íam cantando nas traseiras do Jardim de Infância, a silenciosa roda do oleiro ia ajudando a dar forma a peças muito curiosas!

Depois foi a vez dos Pequenos Jornalistas experimentarem a roda do Oleiro, usando pedaçinhos de barro para fazerem os seus guarda jóias.

 


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 23:57
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Março de 2011
Descobrir o VERDE

 

Foi com este livro de Leo Lionni (editora Kalandraka e recomendado pelo Plano Nacional de Leitura), que os Pequenos Jornalistas começaram a se aventurar no mundo das cores secundárias. Esta história contada de uma forma muito simples e imaginativa, despertou a curiosidade de todos, ajudando a consolidar conhecimentos sobre as cores.
"...Um dia a Mamã Azul disse-lhe:_Tenho que sair. Espera por mim em casa!.
Mas o Pequeno Azul foi procurar o Pequeno Amarelo na casa da frente. A casa estava vazia.
Onde estará o Pequeno Amarelo? Procurou-o por aqui, por ali, por todos os lados... até que, de repende, ao virar a esquina duma rua... encontrou o Pequeno Amarelo! Muito contentes, deram um abraço... "
E o que acontece quando o amarelo e o azul se abraçam com muita força?



Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 20:31
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Sábado, 3 de Julho de 2010
Imaginar com barro

 

Graças ao Sr. José Alves que nos deu barro e que nos mostrou como podemos trabalhar o barro, os Pequenos Jornalitas soltaram a imaginação e criaram estas peças que depois foram cozidas e vidradas na olaria do nosso colaborador e amigo, a quem agradecemos com esta pintura numa tela:


Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 18:15
Ligação do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010
"Para enfeitar"

"Com muita farinha, sal e água morna  fizemos massa salgada. Primeiro mexemos com a colher, depois amassámos com as mãos fechadas, até a massa ficar macia e um bocadinho elástica como os elásticos.

Com um bocadinho de farinha na mesa ao pé de cada menino e menina, começámos a fazer as coisas que a gente queria: bonecos de neve, cobras, caracóis, ondas, flores, bolinhas, colares, pulseiras...tantas coisas. Depois pusemos tudo no forno 1 hora e depois saiu tudo quente. Tivemos que esperar que arrefecesse. No outro dia pintámos como a gente quis e ficaram coisas muito bonitinhas...

A tinta tinha que secar, porque senão a gente mexia e a tinta saía toda e isso não convém nada. A Graça foi buscar a ráfia verde para a gente enfiar no buraquinho e atar com um nó e um laço. Levei para casa e a mãe gostou do meu boneco de neve; ela quer que seja para enfeitar e não partir, porque ela gosta que aquilo fique inteiro, porque senão o planeta fica mais sujo com mais bocadinhos pequenicos de massa salgada. E eu quero ver o Planeta limpinho!!!"

CÉSAR (6 anos)

 

Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:42
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009
Sempre lembraremos!

A valente Brites de Almeida, Padeira de Aljubarrota, já tem uma nova estátua!

Foi realizada pelos Pequenos Jornalistas que passaram a apreciar mais esta personagem lendária da nossa História, depois de conhecerem melhor a sua vida, contada no livro "A Padeira de Aljubarrota" da autoria da escritora  Vanda Furtado Marques, que tivemos o prazer de conhecer.

O processo de realização foi lento e só à segunda tentativa teve sucesso, o que nos fez aprender algumas das características do trabalho em barro, tendo em vista a sua cozedura em fornos industriais.

Teve a intervenção de todo o grupo e também da Dora e da Rita que vieram estagiar no JITremoceira; a mãe do João Marto deu o barro e levou a peça para cozer no forno da fábrica, o que muito agradecemos.

Agora só falta arranjarmos uma pá mágica como a verdadeira...

 

  

Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 18:21
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (13) | Adicionar aos favoritos

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
As formas do corpo
O nosso corpo tem formas que já conhecemos! Círculos grandes e pequenos, rectângulos grandes e pequenos, largos e estreitos!
Com plasticina modelámos os nossos corpos. Estes ficaram assim:


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:49
Ligação do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 25 de Setembro de 2007
Brincar com plasticina

É divertido brincar com plasticina!

O Pedro trouxe um livro com várias ideias para fazermos algumas formas de animais.

Todos quiseram experimentar. As cobrinhas e as lagartas surgiram com facilidade; umas mais elaboradas, outras menos; depois foi a mistura das cores da plasticina e o espanto por então ela perder as cores originais e pouco a pouco começar a ficar toda cinzenta escura...!

O Leandro que primeiro fez um sardão colorido, resolveu também fazer uma sequência de padrões nas costas duma lagarta.

 


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:23
Ligação do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre nós
Ler o blog noutras línguas...
Notícias recentes

Matemática escondida...

A roda do Oleiro

Descobrir o VERDE

Imaginar com barro

"Para enfeitar"

Sempre lembraremos!

As formas do corpo

Brincar com plasticina

Que horas são? Que dia é hoje?


Já nos visitaram...

Contador Grátis
Notícias guardadas

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

pesquisar
 
Sítios
mais comentados
13 comentários
4 comentários
2 comentários
2 comentários
Palavras chave

actividades

ajudar

alimentação

ambiente

amizade

animação

animais

aniversário

articulação com 1º ciclo

avaliação

biblioteca

bicharocos

blogactionday

brinquedos

canção

casa escola

castanhas

chuva

ciência

colheita

comentar

comunidade

conhecimento do mundo

construir

corpo

correio

culinária

descobertas

desenhos

destaque

dias especiais

dicionário

estufa

etwinning

europa

experiência

expressão dramática

expressão motora

expressão plástica

flores

formação pessoal e social

friends together

girassol

greetings card

histórias

horta

imaginação

insectos

inverno

jardim de infância

jogo

jogo tradicional

jornadas culturais

leitura e escrita

lengalenga

livros

mãe

mar

matemática

melhoras

milho

milho verde

modelagem

moinho

música

natação

natal

natureza

obrigado

observação

olarias

outono

pai

partilhar

páscoa

pássaros

paz

pictogame

plástica

pnleitura

podcast na educação

poesia

polónia

portugal

primavera

reciclar

recreio

saídas

saúde

sementes

slide show

sombras

surpresas

tic

tradição

vento

verão

vida e morte

vídeo

visitas de estudo

todas as tags

obrigada