Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Domingo, 14 de Julho de 2013
Voa pássaro, voa!

 ...E um pássaro mágico veio poisar nas pequeninas e cuidadosas mãos de cada um dos Pequenos Jornalistas, que logo o quiseram tocar, acariciar, descobrir nos mais pequenos pormenores que os dedos podiam "ler" tocando como os cegos, que vêm melhor, porque sentem com o coração...

Um poema colado por trás de cada pássaro, lembrava a todos que são LIVRES e que podem VOAR até onde as suas forças e o vento os levar!...

Que nada vos impeça, GRANDES JORNALISTAS!

Aqui neste nosso blogue que vai encerrar, vos deixo o poema, para sempre lembrar.

Com o carinho da educadora e AMIGA, Graça Duarte


 “Pássaro livre”


Gaiola aberta.

Aberta a janela.

O pássaro desperta.

A vida é bela.

 

A vida é bela.

A vida é boa.

 

Voa pássaro, voa!

 

(in “A dança dos pica-paus” de Sidónio Muralha)


Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 21:39
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Março de 2011
Uma Árvore especial!...

A árvore acordou!

Esticou as folhas

Pequeninas

E o sol olhou!

 

E as estrelas?

Quando as viu

À noite,

Um mundo mágico

Imaginou!

 

Poema inventado hoje, (Dia da Primavera, da Árvore e da Poesia) pelo João Marto(5 anos), Ana Luísa (5 anos) Gabriel (3 anos) e Leonardo (3 anos). A ilustração foi realizada pelo João Marto.

Estão todos de parabéns, não estão?

 


Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 15:56
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010
A Fada do Outono

Douradinha, a Fada do Outono

 

Esta é a fada do Outono,

é linda, não é um mono,

tem cabelo acobreado,

com uns laivos de dourado.

 

Ela é a fada Douradinha,

gorducha mas miudinha

que faz colares com os ventos

e outros geniais inventos.

 

Brinca com as cores das nuvens,

faz borrifos de água fria,

pinta desde o chão ao céu

subindo uma escadaria.

 

Veio cá passar o Outono

e em folhas secas rebolar.

Douradinha, corre, corre,

que eu corro para te apanhar.


(Poema editado na  Revista “Educadores de Infância” nº 61, com autor não referenciado)


Palavras chave: , , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 19:59
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 11 de Maio de 2010
Uma Amiga poetisa

Já sabem que temos uma Amiga poetisa que gosta de contar histórias, não sabem? É a Áurea, que já nos visitou também!

Ela fez-nos mais esta surpresa num comentário ao blogue.

Os Pequenos Jornalistas gostaram tanto, que espontâneamente bateram muitas palmas e pediram para ouvir de novo todas estas rimas brincalhonas.

Agora vão ficar mais à vista neste "post"...

Obrigada AMIGA poetisa!

 

"Como me disseram que gostam de rimas, descobri os vossos nomes...He!he!he!

E aqui vão elas:


Para o César, no jardim trabalhar,
As botas deve calçar...
O André, que está ao pé,
Vai-lhe mostrar como é...
Mas o amigo João, (Fernandes)
No jardim não trabalhou…Não!
O David, que é “espertinho”
Quis deixar tudo limpinho…
Mas veio atrás o João, ( Pedro)
Que sujou um pouco o chão…
A Joana Rita, limpou!
Mas com o João se chateou…
Tanta manteiga comeu a Lara,
Que foi logo lavar a cara…
O Sandro, queria estar
Sempre ao pé do alguidar… (da avó Mila)
O Dário queria ouvir dizer: “Deus te acrescente”;
Chegou-se muito p´rá frente…
Também a Inês Frazão,
Gostou muito desse pão…
A Rafaela, comeu mais!
E deu o resto aos pardais…
A Joana, de estômago cheio,
Veio brincar para o recreio…
No recreio o João Marto,
Brincou tanto, que ficou farto…
A Ana Luísa, cansadita,
Sentou-se na cadeirita…
Logo o Rafael, chegou!
E uma ”estória” lhe contou...
O Lucas, muito animado,
Foi brincar para outro lado…
Foi p´ró vento a Eduarda!
Ficou um pouco “esfarrapada” (Como a zebra Camila he!he!he!)
A amiga Inês Lavrador, cantou
Com tambor e acertou…
Tudo isto viu o André Silvério,
Bem sentado e muito sério…
A Alzira tudo preparou
E o dia terminou
A Graça disse: _Vamos embora
Porque já está na hora…


Beijinhos pra todos, com muito carinho
Áurea"


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 00:02
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 23 de Março de 2010
Inventámos um abecedário divertido!

A é o André, que cheira o pé

B é a Beatriz, que assoa o nariz

C é o César, que vai atravessar

D é o David, que come pevide

E é o Ernesto, que traz o almoço no cesto

F é o Fernando, que é amigo do Sandro

G é a Graça, que rebola na cabaça

H é o Hugo, que come um sugo

I é a Inês, que conta até três

J é o João, que lava os dedos da mão

L é a Lara, que lava a cara

M é a Maria, que apanha uma enguia

N é a Natália, que vai para Itália

O é o Óscar, que se vai secar

P é o Pedro, que não gosta do azedo

Q é o Quim, que arranja o jardim

R é o Rafael, que ata o cordel

S é o Sandro, que é um bom malandro

T é o Tomás, que leva o cabaz

U é o Ulisses, que não gosta de chatices

V é o Vasco, que foi ao penhasco

X é o Xavier, que atirou a colher

Z é o Zorro, que tirou o gorro!


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 20:15
Ligação do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

Brincar com rimas

A gralha Camila e a Isabel voltaram a visitar-nos.

Desta vez a Isabel contou a história de um ratinho muito especial, o Frederico, que gostava de poesia, que via e sentia o que os outros não viam nem ainda sentiam...

Linda a história "Frederico" de Leo Lionni, da editora Kalandraka.

Depois brincámos a fazer poesia com rimas.

Descobrimos que algumas das imagens dos cartões que a Isabel nos emprestou, rimavam.


 


 

 

 

 

 

 

 

A seguir inventámos estas frases engraçadas:

 

O pato

deu uma bicada ao gato,

que correu atrás do rato.

 

Abriu-se a janela,

apagou-se a vela

e saiu fumo da panela.

 

A abelha

poisou na telha

e picou a ovelha.

 

O cão

tem um coração

de leão.

 

O bebé

coçou um pé

e estreou um boné.

 

O computador

mostrou uma flor

e um tambor.

 

O João vestiu a camisola

chutou a bola

que entrou na gaiola.

 

A borboleta

zangou-se com a pandeireta

e poisou na corneta.


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 19:50
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 22 de Março de 2010
A Árvore da Poesia

Está assim bonita, cheiinha de poemas feitos pelas crianças dos Jardins de Infância e das Escolas do 1º Ciclo, a Árvore da Poesia, na Biblioteca Municipal de Porto de Mós.

Vale mesmo a pena visitar, ver, ler, imaginar, sonhar...

Estão de parabéns todos os que participaram nesta actividade!



Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:18
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Domingo, 21 de Março de 2010
Poesia na flor!

Neste dia da Poesia, uma poesia na flor, inventada pelos Pequenos Jornalistas e que agora se encontra a fazer parte da árvore da poesia, na Biblioteca Municipal de Porto de Mós.

Vale a pena visitarem, apreciarem e Lerem um pouco +.

 

 

E porque também hoje é o Dia da Árvore, aqui fica este poema que uma poetisa popular e Contadora de Histórias nossa amiga, a Áurea Mata de Turquel, quis partilhar connosco num comentário:

 

Dizem! Vem aí um dia
Que se quer Florestal
Por isso é o da Árvore...
O nome! Não fica mal!

P´ra mim, deviam ser todos
Com respeito e amizade
Se toda a gente soubesse
Quanto ela ajuda a humanidade!!!

A árvore é uma companheira
Que devemos preservar
Dá-nos sombra, dá-nos frutos
Oxigénio p´ra respirar

Imaginem-se sem árvores
Vivendo em pleno deserto
Sem o verde da Natureza
Nada podia dar certo!

Vamos aderir ao dia
Vinte de Março a limpar
A floresta agradece
Nós ficamos a ganhar

Porque senão qualquer dia
Não podemos respirar
Com árvores e tudo limpo
O ar puro vem circular

Nunca cortes tua árvore
Porque a ela muito deves
Dos bancos onde te sentes
Ao lápis com que tu escreves

Tudo essa árvore te deu
E vai continuar a dar
E até os passarinhos
Seus filhos lá vão criar

Vale a pena juntar papel
E à Câmara entregar
Para receber o vaso
Com uma planta p´ra cuidar.


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 21:25
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Sábado, 6 de Março de 2010
O som das letras a brincarem!

Abecedário Sem Juízo

A é a Ana, a cavalo numa cana.

B é o Beto, quer armar em esperto.

C é a Cristina, nada fora da piscina.

D é o Diogo, com chichi apaga o fogo.

E é a Eva, olha o rabo que ela leva.

F é o Francisco, come as conchas do marisco.

G é a Graça, ai mordeu-lhe uma carraça!

H é a Helena, é preta, diz que é morena.

I é o Ivo, põe na mosca um curativo.

J é o Jacinto, faz corridas com um pinto.

L é o Luís, tem macacos no nariz.

M é a Maria, come a sopa sempre fria.

N é o Napoleão, dorme dentro do colchão.

O é a Olga, todos os dias tem folga.

P é a Paula, entra de burro na aula.

Q é o Quintino, que na missa faz o pino.

R é o Raul, a beber a tinta azul.

S é a Sofia, engasgada com uma enguia.

T é a Teresa, come debaixo da mesa.

U é o Urbano, que caiu dentro do cano.

V é a Vera, com as unhas de pantera.

X é a Xana, caçando uma ratazana.

Z é o Zé, foi ao mar, perdeu o pé.


Texto de Luísa Ducla Soares

in "A Gata Tareca e Outros Poemas Levados da Breca", Teorema

 



publicado por pequenos-jornalistas às 22:59
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 3 de Março de 2010
Poesia, com prazer!

 

Nesta "Semana da Leitura" proposta pelo Plano Nacional de Leitura, os Pequenos Jornalistas têm gostado de ouvir diversas histórias e poemas; este foi um deles. É um poema de Vergílio Vieira  que está no livro com o título “ A cor das vogais”, edição Campo das Letras.

Tentando responder à questão final do poema, a Inês F. foi investigar na Internet e descobriu que são sete as cores do arco-íris arrumadas por esta ordem: na parte interior do arco aparece primeiro o roxo, depois o azul escuro, a seguir o azul claro, depois o verde, o amarelo, o laranja e na parte exterior do arco é que aparece o vermelho!

 

O Sandro (4 anos) coloriu o arco-íris assim

 

 


Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 18:39
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010
Gostamos de poesia...

Palavras chave: , ,

publicado por pequenos-jornalistas às 14:51
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (15) | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009
As bailarinas...

 

 

                                                       

Esta menina

tão pequenina

quer ser bailarina.

 

Não conhece nem dó nem ré

mas sabe ficar na ponta do pé.

 

Não conhece nem mi nem fá

Mas inclina o corpo para cá e para lá.

 

Não conhece nem lá nem si,

mas fecha os olhos e sorri.

 

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar

e não fica tonta nem sai do lugar.

 

Põe no cabelo uma estrela e um véu

e diz que caiu do céu.

 

Esta menina

tão pequenina

quer ser bailarina.

 

Mas depois esquece todas as danças,

e também quer dormir como as outras crianças.

 

 

Cecília  Meireles (1901 – 1964) poeta,  professora e jornalista brasileira.

 

 


Palavras chave:

publicado por pequenos-jornalistas às 11:01
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 1 de Junho de 2009
Quem é criança?


 

Ser criança é ser
papoila ao vento,
gaivota no firmamento.
É ser sol a brilhar,
é céu, é mar.
Ser criança é poder
correr, saltar.
É percorrer o mundo
de lés-a-lés,
é andar em bicos-de-pés.
É ter esperança,
que acabem as mutilações,
as violações,
a fome,
a guerra e a dor.
Ser criança é o sorriso,
que fala de paz,
que fala de amor.
Ser criança é ser grande!
É ser maior.

(Poema de Maria do Céu Costa.)

 

Um feliz dia para todos os que sabem ser crianças!


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 15:52
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 4 de Abril de 2008
Bola de sabão

 

Dentro dum ovo

 

Um presente eu tive

 

 

 

Nem chocolate

 

mais doce seria!

 

 

 

Com água e sabão

 
 

E um pouco de sopro

                                            


 

Uma bola surgia

 

Parecia magia!


 

                                                          

 

E a bola colada

 

Logo se soltava

 

 

 

Voava, dançava

 

Mil cores levava


 

 

 

Arco Íris… Seria?

 

E eu ria, ria, ria…!

 

(Poesia inventada pela jornalista maiorzita, Graça Duarte, após uma manhã primaveril no Jardim de Infância semeada de bolas de sabão pelos Pequenos Jornalistas...)

 

 


Palavras chave: ,

publicado por pequenos-jornalistas às 22:24
Ligação do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre nós
Ler o blog noutras línguas...
Notícias recentes

Voa pássaro, voa!

Uma Árvore especial!...

A Fada do Outono

Uma Amiga poetisa

Inventámos um abecedário ...

Brincar com rimas

A Árvore da Poesia

Poesia na flor!

O som das letras a brinca...

Poesia, com prazer!

Gostamos de poesia...

As bailarinas...

Quem é criança?

Bola de sabão

Que horas são? Que dia é hoje?


Já nos visitaram...

Contador Grátis
Notícias guardadas

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

pesquisar
 
Sítios
mais comentados
15 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
Palavras chave

actividades

ajudar

alimentação

ambiente

amizade

animação

animais

aniversário

articulação com 1º ciclo

avaliação

biblioteca

bicharocos

blogactionday

brinquedos

canção

casa escola

castanhas

chuva

ciência

colheita

comentar

comunidade

conhecimento do mundo

construir

corpo

correio

culinária

descobertas

desenhos

destaque

dias especiais

dicionário

estufa

etwinning

europa

experiência

expressão dramática

expressão motora

expressão plástica

flores

formação pessoal e social

friends together

girassol

greetings card

histórias

horta

imaginação

insectos

inverno

jardim de infância

jogo

jogo tradicional

jornadas culturais

leitura e escrita

lengalenga

livros

mãe

mar

matemática

melhoras

milho

milho verde

modelagem

moinho

música

natação

natal

natureza

obrigado

observação

olarias

outono

pai

partilhar

páscoa

pássaros

paz

pictogame

plástica

pnleitura

podcast na educação

poesia

polónia

portugal

primavera

reciclar

recreio

saídas

saúde

sementes

slide show

sombras

surpresas

tic

tradição

vento

verão

vida e morte

vídeo

visitas de estudo

todas as tags

obrigada