Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

Livro de canções

pequenos-jornalistas, 16.03.08
O nosso livro de canções já começou a ser feito há muito tempo.
Tem muitas das canções que nós
mais gostamos de cantar.
Querem ver como ele é, visto por fora?
 


A canção mais recente que lá colocámos chama-se "Primavera a chegar". Foi a Sofia que fez as ilustrações:



Gerações que partilham

pequenos-jornalistas, 16.03.08
Os Pequenos Jornalistas quiseram aderir à "Semana da Leitura" que aconteceu no concelho de Porto de Mós, de 3 a 7 de Março.

De uma conversa sobre o assunto surgiu a frase que ilustrámos numa faixa comprida de papel.


Começámos nesta semana a iniciativa "Livros à solta", em que os diversos livros do J. de Infância podem ir à casa das crianças dentro da capa de elásticos, regressando no dia seguinte.

Os pais dos Pequenos Jornalistas
foram convidados a participarem no nosso projecto de construção de um livro com lengalengas engraçadas. Muitas já chegaram e estão a ser ilustradas pelas crianças à medida que vão sendo aprendidas.

Recebemos também a visita dos Amigos velhinhos da Associação Bem Estar de Cruz da Légua (avós e avôs como os nossos).
Mostrámos a nossa escolinha, a casinha a sério, a hortinha, as árvores as flores e a casinha para os pássaros irem livremente comer...
Partilhámos histórias, lengalengas, canções, bolinhos, flores e muitos afectos!
No final a D. Emília fez-nos uma surpresa e ofereceu-nos um passarinho de faz de conta que nós colocámos no ninho que tinha vindo da Polónia (ninho esse que tradicionalmente é colocado sob a toalha da mesa da consoada, no Natal).
Tinham alegria nos rostos quando nos deixaram...ficou no ar o convite para mais encontros destes, de partilha e aproximação de gerações!
A todos muito obrigada e à Guida em particular.


Partilhar

pequenos-jornalistas, 09.03.08

Os Pequenos Jornalistas têm tido a possibilidade de fazerem a vivência da partilha e do trabalho em grupo no Jardim de Infância. 

Importa sublinhar este aspecto, já que a sociedade está por vezes demasiado centrada no individualismo e na competição, esquecendo valores humanos como a solidariedade, a partilha, a cooperação.

As segundas-feiras são o "Dia do brinquedo" e nesse dia as crianças podem trazer o brinquedo que quiserem para partilharem com os amigos.

É uma aprendizagem que mesmo os mais pequenitos de 3 anos estão a conseguir fazer!

Acreditamos que a alegria da partilha e da entreajuda, poderão ser sementes de belas flores primaveris!

   

  

       Canção "Partilhar" cantada pela  Beatriz ( 4 anos).

Também cantámos esta canção quando em 22 de Fevereiro recebemos no nosso J. de Infância a visita do Sr. Bispo da diocese de Leiria/Fátima e do Sr. Padre Sérgio da paróquia das Pedreiras; no fim o Sr. Bispo falou connosco como um bom pastor e contou uma anedota gira da mosca na sopa!

Eles gostaram da surpresa que lhes demos, assim como da que deram os colegas da Escola do 1º Ciclo de Tremoceira, que estavam connosco.

 


 

 

Nós demos um quadro com muitos amigos contentes, assim como o Jesus gosta que todos sejam! Por trás do quadro deixámos a nossa porta  aberta, através dos endereços dos nossos blogs que  estes  amigos também podem visitar sempre que queiram !

Dia da MULHER

pequenos-jornalistas, 07.03.08
Amanhã, dia 8 de Março de 2008, será mais um Dia da Mulher.
Porquê o Dia da Mulher? Também há o Dia do Homem?
Os Pequenos Jornalistas conversaram sobre o assunto, tomaram conhecimento da discriminação que existe em relação às mulheres em muitos pontos do Planeta Terra e de repente a Catarina, com 4 anos, resume a conversa com esta frase:
" OS HOMENS NÃO DEVIAM DESISTIR DAS MULHERES.
DEVIAM SER AMIGOS DAS MULHERES E AS MULHERES SEREM AMIGAS DOS HOMENS!"



E que em todos os lugares do Mundo se concretize o respeito e a igualdade de direitos das mulheres!

Feliz Dia a todas as
MULHERES


Casinha para pássaros

pequenos-jornalistas, 06.03.08
Ao ouvirmos a história e vermos as imagens do livro "Ruca observa os pássaros", surgiu a ideia:
_E se também arranjássemos uma casinha para os pássaros irem lá comer? Podíamos lá pôr sementinhas, migalhinhas de pão e água!...
A Sara disse logo: O meu pai tem muitas madeiras lá na fábrica; podemos lá ir buscar algumas...
E depois de tudo planearmos, combinarmos e de fazermos a representação gráfica do projecto, lá fomos à marcenaria do pai e dos tios da Sara. Fica mesmo na aldeia, por isso fomos a pé.
O senhor Ivo, pai da Sara, estava lá para nos receber, aceitar o nosso projecto de casinha para os pássaros e mostrar toda a "fábrica das cadeiras e das mesas"; também se lá fazem  ursinhos em madeira muito giros!
Depois de tudo vermos e perguntarmos, ficou prometido que o Sr. Ivo iria preparar as madeiras e que a Sara as levaria depois para o J. de Infância. E assim foi; passado um fim de semana, a casinha dos pássaros chegou ao Jardim de Infância. Todos batemos muitas palmas!
Agora só falta pintar, mas isso fazemos nós e depois mostramos, ok?


 

Pinhas bébés

pequenos-jornalistas, 02.03.08
Na "floresta" onde os passarinhos ficaram, os Pequenos Jornalistas descobriram no chão algumas pontas de ramos dos pinheiros.
Há dias tinha feito muito vento e as pontinhas mais finas dos ramos não resistiram, contrariamente aos pinheiros de troncos grossos que lá estão, fortemente seguros com as suas  raízes escondidas...



Mas que coisa era aquela que estava na ponta dos ramos, protegida pelas folhas que parecem agulhas?



Observámos e reparámos que parecia o milho arrumadinho nas espigas; mas não era milho! Então o que seria?
Só se fossem pinhas bébés!
Era isso! Eram pinhas bébés que já tinham nascido e que iriam crescer e transformar-se em pinhas grandes, não fosse o vento ter deitado abaixo aqueles raminhos...



Felizmente, muitas mais estão a crescer agarradinhas aos ramos dos pinheiros, por isso nós poderemos continuar a observar as suas características e transformações.
É bom vivermos perto da Natureza!

Pág. 2/2