Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

História da Raposa

pequenos-jornalistas, 21.02.08
Vários Amigos gostaram da História da Lagarta que o Afonso, com 4 anos, inventou há dias e manifestaram esse seu agrado através de comentários. Para todos eles e em especial para a Mónica, o Afonso resolveu inventar e oferecer esta "História da Raposa",  tendo feito de seguida a ilustração.



"Era uma vez uma raposa matreira que era muito má; caçava galinhas, caçava pintainhos e passarinhos também.
Só tinha ossos lá em casa! Lá no frigorífico guardava os ossos todos!
Um dia disse que queria roubar uma galinha que estava no galinheiro do Ruca. Foi devagarinho, transformou-se num candeeiro e depois fez de conta que era um candeeiro.
A galinha estava a ver um bocadinho da orelha da raposa e descobriu que era a raposa. A galinha começou a fugir e andaram muito à roda; passou dois minutos e ficaram tontas!
Quando a galinha parou de ficar tonta, disse assim:
_Ah! Já sei! És a raposa matreira!...
E fugiu para o curral do Ruca.
A raposa foi à floresta descansar um bocadinho e foi à caça de um passarinho que estava lá numa árvore. Passado dois minutos o passarinho fugiu e foi ter com a galinha.
A raposa foi p'ra casa descansar. Abriu a janela para entrar um bocadinho de sol...mas não conseguia dormir, porque tinha as janelas abertas!
Fechou tudo e depois já conseguiu dormir!
Vaquinha Vitória, acabou-se a história!"
AFONSO (4 anos)

2 comentários

  • Olá Renato!
    Eu também gostei da Festa do Senhor Bispo e do senhor Padre. O Bisco contou uma anedota e foi muito engraçado; achei engraçada a anedota dele, porque tinha muitos risos. A última palavra é que foi engraçada: "não vale a pena, porque já comeste a mosca que estava no prato!"
    Gostei do vosso teatro feito numa janelinha. A Graça vai fazer uma janela parecida com a vossa, mas com outros desenhos, para nós fazermos teatro como aqueles. Eram meninos de muitas cores: amarelos, brancos, pretos, castanhos cor de chocolate, eles eram todos amigos . Nós também somos amigos!
    Beijinhos
    CATARINA( 4 anos)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.