Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

História do caracol

pequenos-jornalistas, 24.02.08
O David (com 3 anos) chegou um dia ao Jardim de Infância com um caracol que tinha encontrado no seu jardim e quis contar/inventar uma história sobre ele, enquanto o ia observando.


"Era uma vez um caracol que estava ao sol e depois apareceu um amigo dele que estava a brincar com o caracol.
O caracol tinha uma casinha e depois fazia um risco de água por onde ele passava. Mas ele estava com muito sono e depois foi dormir para a casinha dele. Dormiu lá muito tempo ao pé da janela...mas depois saiu porque queria espreitar-me e depois espreitou...
Saiu do papel e agora começou a descer do papel. Pois! É tonto! Este caracol é tonto dos corninhos! Ele tem dois corninhos grandes e dois pequeninos!...
Agora quer vir cá para a almofada! É tonto!
Tinha que o agarrar para o pôr no papel e ele escondeu-se outra vez!...E agora está a vir!
É sempre assim: esconde-se e aparece!

Agora tu tens que tratar do caracol; tens que o pôr embrulhado no papel...embrulhado não! Em cima do papel, numa caixinha senão ele foge e depois pões folhinhas para ele comer. Assim ele fica contente e acabou-se a história, vaquinha Vitória!"


Agora que já conseguimos outra vez ouvir os sons que o site "eSnips" nos deixa alojar para colocarmos no nosso blog, já podemos então ouvir o David e o Afonso a dizerem uma lenga-lenga do caracol. É só clicarem no triângulo ("play").

6 comentários

  • Olá mnike30!
    O caracol encontrou outro caracol grande que era a mãe dele e foram p'ra casa deles. Agora andam nas ervinhas do meu jardim...se calhar já foram para outro jardim...
    No meu jardim há formigas más, porque gostam de comer passarinhos mortos. Um dia eu vi um passarinho morto na minha casa; estava muito vento, entrou pela chaminé e depois o vento soprou e ele caíu dentro da minha casa e depois fez có-có.
    E depois eu pisei as formigas que o queriam comer. Foi bem feito para elas!
    Já acabou.
    Beijinhos
    DAVID (3 anos)
  • Sem imagem de perfil

    mnike30 25.02.2008

    Olá David,
    A Formiga da minha história não é má nem faz mal aos passarinhos!
    Espero que gostem da história que escrevi para vocês!

    Um beijinho para ti, outro para o Afonso e mais beijinhos para os outros meninos e meninas jornalistas
    :)
  • Sem imagem de perfil

    mnike30 25.02.2008

    David,
    esqueci-me de dizer que a história está aqui:

    http://mnike31.blogs.sapo.pt/20116.html

    Mais beijinhos
    Mónica
  • Olá Mónica!
    Obrigado pelos beijinhos todos!
    Eu gostei da tua história da formiga! A Vaquinha Vitória fez uma tarte de maçã; a tia Carla às vezes também faz tartes de maçã, porque o meu primo Zé Pedro gosta muito.
    Beijinhos para ti do
    DAVID (3 anos)
  • Sem imagem de perfil

    mnike30 26.02.2008

    Olá David,
    Fiquei muito contente por teres gostado da história!
    A Vaquinha Vitória faz muitos doces para repartir com os seus amigos. Se a Cabra Cabrez não fosse assim tão gulosa também poderia ter ido ao piquenique, não achas?
    E a tia Carla faz doces muito bons então!!

    Mais beijinhos!
    Mónica
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.