Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

A vida e a morte

pequenos-jornalistas, 27.02.08
Os Pequenos Jornalistas foram recentemente confrontados com a morte de dois passarinhos. O primeiro, que era preto e cinzento com os olhinhos vermelhos, apareceu morto junto ao portão do J. de Infância na semana passada.



O segundo, que era um lindo pardal em tons de castanho, apareceu estranhamente morto dentro da sala polivalente, na manhã de segunda-feira!


Coitadinhos...morreram...
Depois de os observarmos, interrogámo-nos:
Porquê? Porque é que morrem os passarinhos? Porque é que apareceu um passarinho morto dentro da sala polivalente?
_Porque ele não sabia voar bem...! (Constança, 3 anos)
_Porque ele entrou pela chaminé (Catarina, 4 anos)
_Porque ele desceu para a sala pela chaminé da cozinha (Inês, 3 anos)
_Morreu porque não tinha comida(Sara, 5 anos)
_As formigas queriam comer o pássaro...(Inês, 3 anos)
_Não sei como é que as formigas descobriram que estava aqui o pássaro...!(Constança, 3 anos)
_Agora vamos pô-lo na floresta como o outro preto (Catarina, 4 anos)





_Ele primeiro vai para a terra da floresta, depois vai para o céu.(Beatriz, 4 anos)
_Depois transforma-se numa estrela...(Sara, 5 anos)
_E não cresce mais...(Sofia, 5 anos)
_A casa dele agora é uma estrela! Uma estrela pequenina, porque ele é pequenino. (Leandro, 5 anos)
_O meu pai também está no céu a morar numa estrela pequenina...(Sofia, 5 anos)
_O passarinho tinha vontade de fazer có-có e de ir comer...mas ele só tinha comida no ninho! Aqui não encontrou comida nem água e por isso morreu. Se as pessoas não comerem nada, nem beberem água, morrem. Às vezes têm que se pôr no cemitério...o avô António também já morreu...(Pedro, 5 anos)

3 comentários

  • Olá Verónica!
    Às vezes eu vou pôr flores ao meu pai e vejo que os bébés também morrem. Tem lá sítios que têm bonecos e flores...
    Às vezes as abelhas tiram o mel das flores e depois não cheiram bem...já não têm o cheirinho...e depois as abelhas fazem mel e depois nós comemos o mel e ficamos bons.
    Beijinhos
    SOFIA (5 anos)
  • Sem imagem de perfil

    mnike30 06.03.2008

    Olá Sofia,
    As abelhas tiram o perfume às flores para fazer o mel e o mel é doce e põe os meninos bons!
    O cheiro das flores é então transformado em mel doce que faz bem!
    Aquelas pessoas de quem nós gostamos muito, mesmo quando morrem, não deixam de existir. Ficam sempre dentro do nosso coração e lá também nos dão carinho e colinho. Não ficam sozinhas nem nos deixam sozinhas. Faz-nos sentir muitas saudades porque não as vemos, mas elas estão sempre sempre dentro do nosso coração ( e também no brilho das estrelas.)
    Sabes, eu sei disso tudo porque o meu avô também vive dentro do meu coração e às vezes sinto muitas saudades dele. Mas não estou triste. Eles não querem que estejemos tristes, e quando tenho assim muitas saudades, olho para as estrelas e vejo-as sorrir para mim!

    Beijinho muito grande e um Xi
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.