Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

Um cravo de liberdade

pequenos-jornalistas, 25.04.08
Os Pequenos Jornalistas vivem em Democracia e Liberdade. Votam frequentemente em diversas situações, sentindo a importância do exercício deste direito tão importante na vida dos cidadãos e podem manifestar as suas opiniões, sem censura.
Mas no nosso país nem sempre foi assim...
Tempos tristes existiram, com guerra e tortura desumana !
Foi a revolução do 25 de Abril de 1974, t
ambém denominada por Revolução dos Cravos, que decretou o fim da ditadura do chamado Estado Novo e da guerra colonial em África.

O povo português conquistou então a Liberdade e com o processo revolucionário que  se seguiu, viu consagrados direitos fundamentais para uma vida digna e livre.

Temos que conhecer o passado para entendermos o presente e desde já construirmos o futuro que desejarmos!




"Portugal Ressuscitado"

Depois da fome, da guerra
da prisão e da tortura
vi abrir-se a minha terra
como um cravo de ternura.


Vi nas ruas da cidade
o coração do meu povo
gaivota da liberdade
voando num Tejo novo.


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido


Vi nas bocas vi nos olhos
nos braços nas mãos acesas
cravos vermelhos aos molhos
rosas livres portuguesas.


Vi as portas da prisão
abertas de par em par
vi passar a procissão
do meu país a cantar.


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido


Nunca mais nos curvaremos
às armas da repressão
somos a força que temos
a pulsar no coração.


Enquanto nos mantivermos
todos juntos lado a lado
somos a glória de sermos
Portugal ressuscitado.


Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido.


(Autor:José Carlos Ary dos Santos)

Caxias, 26 de Abril de 1974





Para saberem mais sobre este assunto, a Universidade de Coimbra criou este sítio que podem visitar... é só clicarem  AQUI.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.