Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

7 comentários

  • Olá Luz e meninos de Valejas!
    Eu gostei de vir outra vez para a escola, porque a escola é muito bonita, porque eu gosto muito de brincar na escola com os amigos. O André é o meu melhor amigo! Gosto muito de jogar Às motas com ele!
    Beijinhos
    CÉSAR (5 anos)
  • Sem imagem de perfil

    Áurea 15.09.2009

    Vim espreitar o vosso blog
    E logo li que voltaram
    Desejo-vos tudo de bom
    P´ró ano que iniciaram

    Com esta música bonita
    A dizer "gosto de ti...
    desde aqui até à Lua..."
    Vale a pena assim crescer
    P´ra um dia poder dizer
    Que lindo Jardim de "rua"

    E digo de rua porque
    Muitos trabalhos já vi
    Em que vieram p´rá terra
    Mexer aqui e ali...


    Beijinhos para todos e para a vossa Educadora.
    Áurea
  • Olá Áurea!
    Eu gostei das tuas rimas e eu também sei rimas; sei uma rima de uma vaca; é assim...deixa cá ver...eu vi uma vaca com o rabo cortado. Quem o cortou? Foi o machado. Que é do machado? Foi cortar lenha. Que é da lenha? Foi p'rá fogueira. Que é da fogueira? Apagou-a a água. Que é da água? Beberam as galinhas. Que é das galinhas? Foram pôr ovos. Que é dos ovos? Comeram-nos os frades. Que é dos frades? Foram à missa. No fim da missa dita, ferra o dente à caganita!....Eh eh eh...!
    Foi a minha mãe que aprendeu primeiro e depois me ensinou.
    Beijinhos
    JOÃO FERNANDES ( 5 anos)
  • Sem imagem de perfil

    Áurea 22.09.2009

    Adorei a tua rima João!...
    Eu sei uma muito parecida com a tua e que também ensino aos meninos, que é assim:
    faz-me um bolo,
    não tenho sal.
    manda-o buscar,
    por quem?
    pelo manel,
    o manel, está coxo,
    quem o coxiou?
    foi uma pedra,
    que é da pedra?
    foi pela água abaixo,
    que é da água?
    beberam os bois,
    que é dos bois?
    foram semear trigo,
    que é do trigo,
    comeram os pombos,
    que é dos pombos?
    foram pôr ovos,
    que é dos ovos?
    comeram os padres,
    que é dos padres,
    foram dizer missa,
    onde?
    no alto da carriça,
    a carriça deu eu berro, toda a gente se assustou, só ficou lá a velhinha, enrolada no frapelo, para dar uma prendinha, ao senhor José de Melo.
  • Olá Áurea!
    Gostei muito da tua rima tão grande. É maior do que a minha. Só não percebo porque é que é preciso sal para fazer bolos! Quando a minha mãe faz bolos usa açúcar, farinha sumo de limão, às vezes bate natas...sal é que não!
    Beijinhos
    JOÃO FERNANDES (5 anos)
  • Sem imagem de perfil

    Áurea 23.09.2009

    Olá João!...eu vou responder-te.:
    Eu aprendi esta lengalenga num livro e também me interroguei(como tu)procurei saber e disseram-me que antigamente, ou seja, há anos atrás, as pessoas punham sal nos bolos para crescerem mais, sabes que não havia o fermento em pó..
    Foi o que me explicaram.
    Esta lengalenga é muito antiga.
    Quando não perceberes...pergunta sempre! está bem?U grande beijinho para ti e os teus colegas.
    Áurea
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.