Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

Pequenos Jornalistas

Um espaço onde os alunos do JARDIM DE INFÂNCIA DE TREMOCEIRA manifestam as suas opiniões, gostos, curiosidades; relatam as suas vivências e descobertas, tal como pequenos "jornalistas" em acção, numa janela muito grande aberta para o Mundo

obrigada

Poesia, com prazer!

pequenos-jornalistas, 03.03.10

 

Nesta "Semana da Leitura" proposta pelo Plano Nacional de Leitura, os Pequenos Jornalistas têm gostado de ouvir diversas histórias e poemas; este foi um deles. É um poema de Vergílio Vieira  que está no livro com o título “ A cor das vogais”, edição Campo das Letras.

Tentando responder à questão final do poema, a Inês F. foi investigar na Internet e descobriu que são sete as cores do arco-íris arrumadas por esta ordem: na parte interior do arco aparece primeiro o roxo, depois o azul escuro, a seguir o azul claro, depois o verde, o amarelo, o laranja e na parte exterior do arco é que aparece o vermelho!

 

O Sandro (4 anos) coloriu o arco-íris assim

 

 

Descobrimos simetrias

pequenos-jornalistas, 04.02.10

Observando com atenção os flocos de neve, descobrimos que tinham simetrias; o que estava no lado esquerdo, também estava no lado direito e o que estava em cima, também estava em baixo.

Fomos ver asas de borboletas na Internet e estavam com simetrias perfeitas na cor e na forma.

Depois a Joana Rita trouxe uma borboleta de faz-de-conta cor de rosa e vermelha e nós recortámos várias vezes dois papéis iguais para pormos na asa do lado esquerdo e na asa do lado direito e em cima e em baixo. Ficou assim:

Quando fizemos borboletas de flocos de neve, também

fizemos simetrias bonitas!

  

 (Artigo realizado pelo João Fernandes e pelo João Pedro, ambos com 5 anos, com a ajuda da Educadora Graça Duarte)

"Para enfeitar"

pequenos-jornalistas, 29.01.10

"Com muita farinha, sal e água morna  fizemos massa salgada. Primeiro mexemos com a colher, depois amassámos com as mãos fechadas, até a massa ficar macia e um bocadinho elástica como os elásticos.

Com um bocadinho de farinha na mesa ao pé de cada menino e menina, começámos a fazer as coisas que a gente queria: bonecos de neve, cobras, caracóis, ondas, flores, bolinhas, colares, pulseiras...tantas coisas. Depois pusemos tudo no forno 1 hora e depois saiu tudo quente. Tivemos que esperar que arrefecesse. No outro dia pintámos como a gente quis e ficaram coisas muito bonitinhas...

A tinta tinha que secar, porque senão a gente mexia e a tinta saía toda e isso não convém nada. A Graça foi buscar a ráfia verde para a gente enfiar no buraquinho e atar com um nó e um laço. Levei para casa e a mãe gostou do meu boneco de neve; ela quer que seja para enfeitar e não partir, porque ela gosta que aquilo fique inteiro, porque senão o planeta fica mais sujo com mais bocadinhos pequenicos de massa salgada. E eu quero ver o Planeta limpinho!!!"

CÉSAR (6 anos)